sábado, 3 de dezembro de 2011

Um gigante que chora! E faz chorar!

Por Leo Caetano


Há quase 5 anos atrás, início de 2007, a FGF fez uma promoção. Contratou diversos jogadores e, cada um deles iria para um time. A torcida do Dragão ligou e escolheu um pequeno gigante! Anaílson! Ele teve participação de destaque no São Caetano, foi vice-campeão brasileiro, vice-campeão da libertadores. Um craque! E não poderia ter dado mais certo! Em um meio de campo com Pituca, Robston ,Wesley e Anaílson, o Dragão destruiu os concorrentes em 2007 no campeonato goiano, e teve o melhor ataque da competição. O time jogava muito bem, pra cima e marcava muitos gols. Na semi final, tomamos um certo susto no segundo jogo, mas passamos pelo Itumbiara e iríamos enfrentar o Goiás. Goiás que havia nos tirado o título de 2006 (com certa ajuda dos homens de preto). O primeiro jogo, assim como no ano passado, havia ficado empatado. Empate no segundo jogo levaria a decisão para os pênaltis. Os nervos estavam a flor da pele, afinal eram 19 anos sem título estadual. 

Saímos na frente, com gol de Fábio Oliveira (artilheiro do campeonato com 18 gols), mas depois do gol, o juiz deu um pênalti inexistente, que Romerito converteu. O Dragão mandava no jogo, e foi pra cima. Anaílson meteu bola na trave, e tivemos vários lances perdidos ainda. Aos 18 minutos do segundo tempo, Wesley recebe pela direita, ganha do marcador e dispara. Na ultrapassagem, ele toca para Dida, que chega na linha de fundo e volta a bola para Wesley. Wesley só rola a bola para o meio.... Anaílson não domina a bola, olha pro gol, deixa a bola vir para a perna esquerda e emenda a bomba!!!!!!!!!!!!!!!! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLL . A bola entra no ângulo do goleiro Harley. Quem estava no Serra Dourada como eu chorou! Aliás, escrever essas palavras, lembrando do lance e da emoção me fez chorar! É muita emoção! (REVEJA O GOL)


E depois de 19 anos sem o título goiano, levantamos a taça! Aquele gol foi demais! Depois disso, o pequeno gigante renovou com o Dragão, foi campeão brasileiro em 2008, conquistou acesso em 2009, campeão goiano 2010 e 2011. Infelizmente o tempo passa, e a estrutura física do Anaílson não é das melhores. Ele não aguentou o ritmo de jogos e treino e se contundiu muito. A cada ano Anaílson contribuiu menos em campo, mas não é por isso que não devemos valorizá-lo. Ele se tornou atleticano, seu filho é atleticano, e ontem, em uma homenagem a esse gigante, ele chorou! E fez chorar! muitos atleticanos presentes e até repórteres derramaram lágrimas!
Anaílson, em 176 jogos pelo Atlético-GO, fez 27 gols, e disse:
- Quando eu cheguei, não conhecia o clube. Me surpreendi e me surpreendo a cada dia que passa com a evolução do Dragão. Jamais vou atuar em outro clube no estado. Eu não conseguiria jogar contra o Atlético-GO. A torcida rubro-negra sempre teve um carinho imenso comigo. Meu filho (Isac) adora o clube, é torcedor rubro-negro e já joga na escolinha do time – disse o emocionado Anailson.
Sobre o Gol do título em 2007, Anaílson disse:
- Foi o gol mais importante da minha carreira também, porque aquele título reanimou o torcedor rubro-negro. O Goiás sempre levava vantagem, mas a gente se preparou muito e conseguiu a vitória – lembrou Anailson.
Amanhã, Anaílson estará no banco de reservas, e com orgulho vamos gritar pela última vez: Olê-lê, Olá-lá, Anaílson vem aí, e o bicho vai pegar! Espero que ele entre, e marque seu último gol com a camisa do Dragão.  Se não der, não tem problema! Nós, torcedores do Dragão, vamos lembrar para sempre aquele gol e todas suas participações. Obrigado Anaílson! Seja feliz em seu novo time e volte logo, para comandar nossa base! 
GOLS DO ANAILSON!




8 comentários:

  1. Porra de arrepiar... Não pude ir na Homenagem... mas, estava na final onde esse pequeno gigante me fez comemorar um título quase 20 anos depois!... Arrepiei com suas palavras Leo!!! Conseguiu me emocionar, enquanto escrevo isso as lágrimas escorrem pelo meu rosto!!! Vlw #AnailShow

    ResponderExcluir
  2. Wanderson (@Wander_Gyn)3 de dezembro de 2011 16:29

    Eu li segurando pra não chorar, mais deu. Se ele marcar um gol amanhã a galera vai delirar! Tomara q ele marque, um verdadeiro herói Atléticano.

    ResponderExcluir
  3. De arrepiar suas palavras Leo, não tem como não chorar. Eu não pude ir a homenagem que fizeram pra ele, mas esse pequeno Guerreiro vai deixar sempre sua marca aqui no Atlético. No jogo da final contra o Goias eu estava lá, não estava onde eu queria estar, mas tudo bem, no momento do gol eu estava no meio da torcida do goias, quando ele fez aquele gol, eu queria gritar, pular, chorar, eu estava tão feliz mas não dava, aquilo tudo eu fiz dentro de mim, quando o jogo acabo era uma felicidade tão grande, o estadio todo gritando o nome dele ANAILSON que nós trouxe um titulo goiano depois de 19 anos. Esse sim um verdadeiro atleticano de corpo e alma.

    ResponderExcluir
  4. Alguém sabe em que time ele vai jogar agora ?

    ResponderExcluir
  5. Meu grande heroi Anailson, que Deus te dê em dobro toda a alegria que você trouxe para mim e minha família. O Dragão deve muito, mas muito mesmo, a você e ao Lindomar, nossos gigantes guerreiros campineiros!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom essa homenagem, ele realmente merece.
    "Olê-le, Ola-lá, Anaílson vem aí e o bicho vai pegar."

    ResponderExcluir
  7. O Atlético esse ano está dando exemplo de como se jogar jogador fora, esse (baixinho)mesmo velho joga 2X mais que Vitor Jr, Thiaguinho, Joílson e os outros meias do elenco atleticano. Agora foi a vez do Marcão, mesmo não tendo muita habilidade ele empurra a bola pra dentro, e ver esse Anselmo jogar, o Felipe numa preguiça, se a bola não for no pé eles nem vão na bola, Anselmo só faz gol de cabeça, pareci que Helio dos Anjos, PC Gusmão não entendem de futebol.

    ResponderExcluir
  8. fica Marcão, pois a vida do Helio no dragão é curta. Basta o Goias acenar com o dedo que ele vai banano o rabinho. é você vai marcar muitos gols no time que ele estiver dirigindo.

    ResponderExcluir